Núcleo de estudos e pesquisas

Quem Somos

Segundo a portaria 793, de 24 de abril de 2012, os Centros Especializados em Reabilitação poderão constituir rede de pesquisa e inovação tecnológica em reabilitação e ser polo de qualificação profissional no campo da reabilitação, por meio da educação permanente.

A ATEAL, buscando garantir excelência em seu atendimento com o melhor embasamento técnico-científico, inaugurou em março de 2012, o NEP – Núcleo de Estudos e Pesquisas. Composto por pesquisadores nas áreas de Audição e da Comunicação Humana, o NEP é parte integrante do projeto de desenvolvimento do Centro de Estudos e Pesquisas da Audição e Comunicação.

O projeto nasceu da necessidade de fomentar novos olhares aos indicadores sobre a audição e a comunicação humana, com o propósito de consolidar o conhecimento científico e promover, informar, articular, propor novos olhares na construção de políticas públicas e efetivar mudanças em benefício da sociedade.
O projeto prevê a construção de suas instalações, implementação das áreas de monitoramento e avaliação de estudos e pesquisas nas áreas de audição e comunicação.

O Centro de Estudos e Pesquisas da ATEAL possui como metas:

  • Investir fortemente em estudos e pesquisas no sentido de aprofundar conhecimentos nas causas da surdez de forma a diminuir sua incidência;
  • Produzir conhecimento científico e tecnológico no campo da Saúde Coletiva;
  • Promover o desenvolvimento de ações e políticas públicas, que visam à melhoria da qualidade de vida da população.

 

Desde 2009, residentes em otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí realizam estágios curriculares da residência na ATEAL, através da observação dos atendimentos em otorrinolaringologia e exames audiológicos e terapias fonoaudiológica. Bimestralmente realizam grupos de estudos envolvendo profissionais da ATEAL, residentes e professores da FMJ para discussão de temas nas áreas afins.
O Centro de Estudos e Pesquisas investe na qualificação dos profissionais e incentiva o desenvolvimento de pesquisas e a participação ativa em Congressos e Encontros Científicos resultando em:
– Publicações de artigoscientíficos;
– Apresentações orais e pôsteres;
– Convites para ministrar capacitações, palestras e participação em mesas redondas.